Feliz dia das Mães! Feliz dia da mãe Natureza! – Será mesmo “feliz”?

Todos os dias publicamos novos conteúdos e conquistamos um número cada vez maior de usuários. A equipe do portal AMA agradece a todos os usuários que acessam constantemente este site, que já é uma referência nacional sobre preservação ambiental e desenvolvimento sustentável. E lembre-se, não basta apenas conhecer os problemas, é necessário agir! Cada um fazendo sua parte, de forma consciente, ajuda a melhorar o ambiente em que todos nós vivemos.

Feliz dia das Mães! Feliz dia da mãe Natureza! – Será mesmo “feliz”?

A data especial de hoje, segundo domingo de maio (13), não pode ser esquecida nem mesmo por um portal que trata de questões ambientais, afinal, nós ambientalistas além de nossa grande admiradora mãe, temos também nossa mãe Natureza, e não só nós ambientalistas, mas todos devem refletir e começar a retribuir o carinho que nos é transmitido por essa nossa “segunda mãezona”. Afinal, será que é mesmo um feliz dia para a Natureza?

Certamente ainda temos que trabalhar muito até darmos o luxo de comemorarmos pela preservação da natureza, agora com certeza o que poucos pararam para refletir neste belo domingo, é sobre nossas atitudes. Vejam se vocês não fizeram alguma das seguintes ações hoje, ou no decorrer desta semana: Pegar o carro; ir até o shopping, loja, ou estabelecimento comercial em geral; comprar algum presente simbólico ou atrativo para nossas mães; embrulhar em um lindo papel; realizarmos algum evento comemorativo, almoço, festa, jantar, passeio; e todos saíram retribuídos com muito amor, carinho e felicidade. Todos? E em que parte entra a natureza? Deixa disso – podem me perguntar os leitores que estão achando confuso até este momento – o que temos de pensar na natureza em pleno dia das mães?

Como já refleti no primeiro parágrafo, a natureza é como nossa segunda mãe, tão importante quanto para nosso bem-estar. O que eu quero destacar, é em relação aos possíveis atos comuns que deixamos de modifica-los em dias como estes, em que ao invés de realizarmos uma saudável caminhada, preferimos utilizar o carro, tudo bem, pode ser uma distância muito longa e ser necessário usar o carro, mas e o filho que vai visitar a mãe de carro que mora algumas ruas ou quadras de distância? Bom, talvez tenha necessidade de levar muitos presentes em seu carro, ou até mesmo exibir com orgulho para seus parentes o sinônimo de conquista pessoal.

Infelizmente as atitudes mal pensadas não param por aí, quantos presentes são adquiridos para esta data especial e que gera tanto movimento no mercado, as lojas se enfeitam e fazem preparativos que necessitam de matéria-prima fora do comum, mas não estou condenando por decorarem as casas, lojas, ruas com enfeites para este dia tão especial, afinal acho muito merecido tudo isso. Mas e depois que tudo acabar? Exatamente, tudo irá contribuir para acabar ainda mais com o planeta, todas as toneladas de lixo produzido em excesso são jogados fora, sendo que em poucos lugares são pensadas em reciclar, afinal para isso teria que gastar um tempo a mais seu ou dos funcionários para separar o material que pode ser reciclável, então para evitar perda de tempo jogo tudo fora.

O que é importante destacar, é que devemos estar sempre pensando na natureza, não de forma obsessiva como alguns já devem estar imaginando, ou até achando ruim pelo fato do termo que utilizo – pensar – não com objetivo de ficar fazendo cálculos de consumo que beneficiem a natureza, afinal há quem é pago para fazer esse tipo de trabalho, mas sim em manter rotineiramente simples atitudes como a reciclagem de lixo, não consumir energia desnecessária em dias de festas, pois muitos lugares que observo em casas de amigos, por exemplo, em que muitas luzes ficam inutilmente acesas em dias comemorativos simplesmente pelo desleixo ou pelo errôneo pensamento de achar que se há muitas pessoas na casa, tudo deve estar completamente iluminado, mas as vezes todos estão reunidos na sala, ou na mesa de jantar e mesmo assim a casa inteira continua iluminada, energia sendo jogada fora. E não digo isso pelo preço da energia elétrica, mas sim pela falta de zelo com este recurso natural que para ser gerado alguns kWatts de energia elétrica é necessário que muita água seja represada e jorrada em um percurso comum de um rio. Inclusive no próximo artigo irei abordar sobre a importância de se economizar energia elétrica, gerada a partir de usinas hidrelétricas.

Enfim pessoal, vamos largar nosso estilo egoísta de ser humano, de querermos aparecer ou exibirmos para outras pessoas nossas conquistas pessoais quando se reúne com a família, pois com muitos atos deste tipo só vem a trazer tristeza para nossa “mãe natureza” e talvez até sua própria mãe sinta tristeza nestes seus atos de pouca humildade perante a seus próprios familiares. Então vamos sim comemorar a data muito especial de hoje, e sempre que houver o que comemorar não deixe de se reunir com amigos, familiares, realizar algum evento, mas em nome do meio ambiente e de toda sociedade, por favor, faça da sua felicidade uma felicidade generalizada e não esbanje recursos naturais e nem deixe de preserva-los.

Sobre

Maurí­cio MachadoBiólogo e ambientalista, responsável pelo projeto AMAnatureza e articulista com fundamentos e conhecimento para discutir assuntos voltados ao meio ambiente com uma visão crítica, analisando o tema de maneira radical e completa.Ver todas as publicações de Maurí­cio Machado »

Deixar uma Resposta

Você precisa estar logado para publicar um comentário.