Gás carbônico não esquenta o planeta

Todos os dias publicamos novos conteúdos e conquistamos um número cada vez maior de usuários. A equipe do portal AMA agradece a todos os usuários que acessam constantemente este site, que já é uma referência nacional sobre preservação ambiental e desenvolvimento sustentável. E lembre-se, não basta apenas conhecer os problemas, é necessário agir! Cada um fazendo sua parte, de forma consciente, ajuda a melhorar o ambiente em que todos nós vivemos.

Gás carbônico não esquenta o planeta

Resolvemos publicar este artigo para destacar uma informação que está sendo confundida por várias pessoas, e apesar de já termos explicados em vários artigos quando foram feitas referências sobre aquecimento global, efeito estufa, causas e conseqüências das mudanças climáticas, talvez ainda não tenha ficado claro que quando citamos gases como gás carbônico, não se refere a uma substância que aumenta a temperatura do planeta, mas sim que intensifica o efeito estufa, fazendo com que maior parte do calor do Sol, fique retido na atmosfera.

A fonte que esquenta o planeta Terra é o Sol. Durante o dia, parte da energia solar é captada pela superfície da Terra e absorvida e outra parte é irradiada para a atmosfera. Os gases naturais que existem na atmosfera funcionam como uma capa protetora que impede a dispersão total desse calor para o espaço exterior, evitando que durante o período noturno se perca calor e conseqüentemente o planeta permanece quente.

O processo que cria o efeito estufa é natural e é responsável pelo aquecimento do planeta. Certos gases, como o dióxido de carbono (mais conhecido como gás carbônico ou CO2), criam uma espécie de telhado, como o de uma estufa, sobre a Terra – daí o nome do fenômeno -, deixando a luz do Sol entrar e não deixando o calor sair totalmente. Se não existisse efeito de estufa, a temperatura da superfície terrestre seria muito próxima de zero, constantemente e em todos os locais, tornando inviável as possibilidades de vida.

Você até pode perguntar-se, se há pessoas que conseguem viver nas regiões polares do planeta, ou em várias outras localidades de baixas temperaturas e resistem a um frio muitas vezes abaixo de 0ºC, então como não haveria vida se o ser humano é capaz de se adaptar a esse intenso frio? Realmente o ser humano até é capaz de viver em baixas temperaturas, já que desenvolve equipamentos, sistemas, técnicas para se adaptar às situações do meio em que vive, porém todas as outras espécies dificilmente resistiriam a baixas temperaturas, ou ainda se houvessem animais que conseguissem se adaptar, certamente a base produtora de cadeias alimentares como vegetais, algas, são extremamente frágeis e não se adaptariam, o que causaria falta de alimento para todos os demais animais, e incluindo também falta de alimento ao ser humano. (Leia o artigo completo sobre cadeia alimentar e entenda porque uma mínima mudança no clima já é o suficiente para provocar uma reação em cadeia).

A falta de alimento ainda seria apenas uma das características que impediria a vida em baixas temperaturas, pois também haveria problemas como falta de água no estado líquido entre outros recursos naturais. Mas o quadro em que vivemos atualmente é exatamente o oposto. Altas temperaturas aterrorizam conseqüências de graves problemas que também influenciam diretamente na vida. Conforme já vimos, no mesmo exemplo da cadeia alimentar, a base produtora – os seres autotróficos como algas e vegetais – são sensíveis a mudanças climáticas, tanto baixas como altas temperaturas podem desestabilizar ciclos de vida ocasionando falta de alimentação a diversas espécies até atingir nós seres humanos.

O efeito de estufa gerado pela natureza é, portanto, não apenas benéfico, mas imprescindível para a manutenção da vida sobre a Terra. Se a composição dos gases raros for alterada, para mais ou para menos, o equilíbrio térmico da Terra sofrerá conjuntamente.

Veja no esquema explicativo abaixo, sobre o fenômeno do efeito estufa:

Esquema explicativo sobre o efeito estufa

Então para concluir, gases como o gás carbônico e o gás metano como já explicamos no início deste artigo, não esquentam o planeta, eles são, na verdade, causadores do efeito estufa e o problema que ocorre é a crescente emissão desses gases na atmosfera fazendo com que o efeito estufa seja intensificado e mais calor fique retido no planeta, aumentando a temperatura e ocasionando o conhecido problema do aquecimento global.

Artigos relacionados:

Relação entre aquecimento global e efeito estufa

Causas do aquecimento global

Conseqüências do aquecimento global

Efeito estufa é necessário para manter a temperatura na Terra

Controlando a emissão de gases poluentes

Mudar radicalmente, este é o lema do século XXI

Sobre

Maurí­cio MachadoBiólogo e ambientalista, responsável pelo projeto AMAnatureza e articulista com fundamentos e conhecimento para discutir assuntos voltados ao meio ambiente com uma visão crítica, analisando o tema de maneira radical e completa.Ver todas as publicações de Maurí­cio Machado »

  1. Henrique Guedez Vasconcelos
    Henrique Guedez Vasconcelosjun 23, 2007

    Ah, certo! Agora sim eu pude entender de forma mais clara sobre o aumento da temperatura no planeta. O gás carbônico realmente não esquenta o planeta, pois o que ocasiona esta mudança na temperatura é o efeito estufa, que retém o calor emitido pelo sol na atmosfera do planeta Terra. E quando aumenta a emissão do gás carbônico (e outros gases causadores do efeito estufa) a temperatura aumenta exatamente porque intensificam o efeito estufa, retendo mais calor na atmosfera. Parabéns pela excelente explicação, assim como em todos os seus artigos e também gostaria de confirmar que este é um excelente projeto.

  2. Larissa Caroline Catelani
    Larissa Caroline Catelaniabr 21, 2008

    Olá!minha professora mandou agente pesquisar sobre o aquecimento global!e meu tio ele me endicou esse site e eu ganhei 10 na prova!esta muito legal falou minha professora e eu afirmo!eu emprimi e todos ficaram com um olhão!
    obrigada essa foi uma excelente explicaçao

  3. Maurí­cio Machado
    Maurí­cio Machadoabr 23, 2008

    Que bom Larissa! Ficamos felizes que seu tio, você, sua professora, todos gostaram. Então, continue indicando este site para mais pessoas, como amigos e familiares para que cada um faça sua parte ajudando a preservar o meio ambiente.

Deixar uma Resposta

Você precisa estar logado para publicar um comentário.