Cidade limpa: não apenas sem lixo, mas com objetivo de não emitir CO2

Todos os dias publicamos novos conteúdos e conquistamos um número cada vez maior de usuários. A equipe do portal AMA agradece a todos os usuários que acessam constantemente este site, que já é uma referência nacional sobre preservação ambiental e desenvolvimento sustentável. E lembre-se, não basta apenas conhecer os problemas, é necessário agir! Cada um fazendo sua parte, de forma consciente, ajuda a melhorar o ambiente em que todos nós vivemos.

Cidade limpa: não apenas sem lixo, mas com objetivo de não emitir CO2

Melbourne, cidade australiana é uma das primeiras de todo planeta a aplicar soluções com objetivo de reduzir as emissões de gás carbônico (CO2), principal gás causador do efeito estufa. O maior prédio urbano de todo continente da Oceania se encontra em Melbourne, no complexo comercial do século XIX, Queen Victoria Market, com uma moderna arquitetura e ecologicamente correto, destacando-se os 1300 painéis solares no topo do edifício.

A política de Melbourne que visa administrar a cidade em um sistema econômico que não prejudique a qualidade do meio ambiente está organizando acordos entre empresas privadas e a administração pública para promover o “crescimento econômico limpo”, assim como informa oficialmente o relatório da organização World Watch Institute (WWI) denominado “State of the World 2007”.

O slogan “Rede de Emissão Zero”, que resume o objetivo da cidade, está cada vez mais próximo de ser alcançado, pois com os esforços que já foram realizados, contribuíram para cortar 26% das emissões de carbono e prevêem uma meta de redução de até 50% para 2010.

De acordo com o ex-ministro do governo do Estado da Victoria e integrante do relatório State of the World 2007, Tom Roper afirma que o futuro ícone da eco-revolução local será um complexo de escritórios que será construído em Melbourne, o Council House 2 e será a primeira construção na Austrália a atingir a pontuação máxima do sistema Grenn Star, uma certificação ambiental.

Council House 2 será o maior exemplo que influenciará os projetos e desenvolvimento dos próximos edifícios em todo mundo, conforme acredita John So, o prefeito de Melbourne.

Council House - Edifício ecologicamente correto em Melbourne, AustráliaO atual Council House que foi construído recentemente é uma preciosidade para os defensores do meio ambiente, pois consome 87% de energia a menos que os prédios antigos e ainda apresenta uma redução de 72% de água. Quem trabalha nele tem o privilégio de se manter em um ambiente totalmente de ar fresco.

Para associar a economia de recursos naturais com um lugar agradável e moderno, foram colocadas persianas na fachada do edifício com células para captar energia solar e que seguem o percurso do sol. Foram feitas também janelas com aberturas automáticas que fazem o ar fresco da noite resfriar todo edifício.

Além de painéis solares, para fornecer a energia necessária foram instaladas turbinas eólicas e um sistema de co-geração de energia a gás. E um sistema que desvia a água do esgoto para um tratamento completo é depois reutilizada em descargas e torres de refrigeração.

Inovações como essas que foram adotadas na maioria da cidade australiana garantem o desenvolvimento sem prejudicar o meio ambiente. Com o plano regulador de Melbourne fica estabelecido que a partir de agora é obrigatório todas as novas construções de edifícios de escritório aplicarem soluções para reduzir a emissão de gás carbônico, como utilizando fontes alternativas de energia (solar, eólica) e reduzindo também o consumo de recursos naturais como a água, reutilizando-a.

E prédios já existentes também não ficam de fora, sendo enquadrados no programa GreenSaver que investirá em análises para verificar pontos onde se pode modificar para favorecer o meio ambiente e fornecerá aos proprietários os principais produtos como torneiras de fluxo reduzido, isolantes térmicos e lâmpadas econômicas.

Artigos relacionados:

Alterações em prédios irão trazer melhorias para o meio ambiente

Sobre

Maurí­cio MachadoBiólogo e ambientalista, responsável pelo projeto AMAnatureza e articulista com fundamentos e conhecimento para discutir assuntos voltados ao meio ambiente com uma visão crítica, analisando o tema de maneira radical e completa.Ver todas as publicações de Maurí­cio Machado »

  1. Brunna kariny
    Brunna karinyjun 07, 2009

    A natureza deve ser preservada.PorIsso devemos preservar a natureza

Deixar uma Resposta

Você precisa estar logado para publicar um comentário.