EPE prevê investimentos de R$ 767 bilhões nos próximos dez anos em infra-estrutura

Todos os dias publicamos novos conteúdos e conquistamos um número cada vez maior de usuários. A equipe do portal AMA agradece a todos os usuários que acessam constantemente este site, que já é uma referência nacional sobre preservação ambiental e desenvolvimento sustentável. E lembre-se, não basta apenas conhecer os problemas, é necessário agir! Cada um fazendo sua parte, de forma consciente, ajuda a melhorar o ambiente em que todos nós vivemos.

EPE prevê investimentos de R$ 767 bilhões nos próximos dez anos em infra-estrutura

Nielmar de Oliveira
Repórter da Agência Brasil

O Plano Decenal de Expansão de Energia (PDE 2008-2017) prevê a necessidade de investimentos da ordem de R$ 767 bilhões nos próximos dez anos para garantir a expansão da infra-estrutura do setor energético brasileiro.

Divulgado nesta sexta-feira (6), em Brasília, pela Empresa de Pesquisa Energética (EPE), o plano leva em consideração a necessidade de atendimento ao crescimento do mercado consumidor nacional.

O planejamento decenal para a expansão energética brasileira é realizado anualmente pela EPE – a empresa encarregada pelo governo federal de planejar o setor elétrico brasileiro no médio e longo prazo – e indica que, do total investido, mais de dois terços serão destinados ao setor de petróleo e gás natural, que deverá absorver um montante de R$ 536 bilhões.

Já o setor elétrico, que engloba geração e transmissão de energia, terá investimentos de cerca de R$ 181 bilhões nos próximos 10 anos – representando 23,6% do total.

O plano prevê, ainda, recursos de R$ 50 bilhões (6,5% do volume total previsto) para o aumento da oferta de biocombustíveis líquidos, destinados à produção e ao transporte de etanol e biodiesel.

De acordo com o presidente da EPE, Maurício Tolmasquim, os projetos a serem implementados seguem “critérios de suprimento pré-estabelecido, sustentabilidade ambiental e minimização dos custos de investimento – inclusive socioambientais e de operação”.

Agência Brasil

Sobre

- Redação AMAEsta notícia foi selecionada pela redação do site AMAnatureza e disponibilizada aos leitores do projeto citando a fonte e créditos autorias de acordo com os direitos de divulgação estabelecidos pela instituição responsável.Ver todas as publicações de - Redação AMA »

Deixar uma Resposta

Você precisa estar logado para publicar um comentário.