Exposição de produtos amazônicos pode gerar negócios no valor de R$ 1,5 milhão

Todos os dias publicamos novos conteúdos e conquistamos um número cada vez maior de usuários. A equipe do portal AMA agradece a todos os usuários que acessam constantemente este site, que já é uma referência nacional sobre preservação ambiental e desenvolvimento sustentável. E lembre-se, não basta apenas conhecer os problemas, é necessário agir! Cada um fazendo sua parte, de forma consciente, ajuda a melhorar o ambiente em que todos nós vivemos.

Exposição de produtos amazônicos pode gerar negócios no valor de R$ 1,5 milhão

Amanda Motta
Repórter da Agência Brasil

Produtos fabricados com matérias-primas tipicamente amazônicas como bijuterias feitas com sementes e fibras naturais (as chamadas biojóias), polpas de frutas regionais, óleos aromáticos e guaraná poderão em breve chegar a outros países e ter sua produção ainda mais estimulada. Essa é uma das expectativas de empresários de pequeno e médio porte que atuam na região amazônica.

Na última semana, eles expuseram parte do que comercializam em território local a representantes comerciais de outras regiões brasileiras e também de outros países da América do Sul e da Europa, durante a 6ª edição da Amazontech. O evento foi realizado em São Luís (MA) e terminou no sábado (29).

Durante a Amazontech 2008 – que é uma ampla mostra de inovações tecnológicas, conhecimentos científicos e empreendedorismo sobre a Amazônia – quase 150 empresas de produtos amazônicos também participaram da Rodada de Negócios, com o objetivo de incrementar suas ações comerciais. Em média, 800 pessoas visitaram o local do evento para ver de perto os artigos exibidos. A expectativa é que, nos próximos seis meses, negócios no valor de R$ 1,5 milhão possam ser fechados.

Um dos exemplos de oportunidades é o da Cooperativa de Produtos e Beneficiadores de Plantas Medicinais Fitoterápicos e Fitocosméticos (Coopifitos) de Manaquiri (AM), que fica a cerca de 60 quilômetros de Manaus. Segundo a gerência da cooperativa, uma empresa paulista pediu o envio de mais amostras dos produtos fabricados, o que poderá transformar a Coopifitos em fornecedora.

Atualmente a cooperativa tem 30 coletores de sementes que, por meio de uma agroindústria, produzem, juntamente com os outros cooperados, cerca de 50 quilos de óleo vegetal por hora. Os óleos fabricados são extraídos de sementes de andiroba, tucumã e babaçu.

De acordo com a organização da Amazontech 2008, também participaram da Rodada de Negócios 19 empresas de grande porte provenientes da Alemanha, Portugal, Canadá, Uruguai e Chile. O objetivo foi encontrar fornecedores de produtos amazônicos. Foram realizadas 300 reuniões entre ofertantes e empresas de grande porte.

Na avaliação da diretora-técnica do Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) do Amazonas, Maria José da Silva, a participação dos empresários da região na Amazontech representa uma oportunidade para abertura de mercados para os produtos locais. “A importância do evento não é uma novidade para os empresários da região porque é capaz de firmar oportunidades de negócios diversas e significativas. É por isso que o próprio Sebrae viabiliza o deslocamento dos pequenos empresários para o evento e para o aproveitamento dessas oportunidades.”

A Amazontech 2008 foi promovida pelo Sebrae, pela Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) e pelo governo do Maranhão. Além das exposições e da Rodada de negócios, o evento incluiu conferências, painéis, cursos. Também foi realizado o Fórum de Ciência e Tecnologia da Amazônia Legal, para discussão de temas pertinentes à política espacial brasileira, economia, inclusão digital, ao meio ambiente e agroturismo.

Agência Brasil

Sobre

- Redação AMAEsta notícia foi selecionada pela redação do site AMAnatureza e disponibilizada aos leitores do projeto citando a fonte e créditos autorias de acordo com os direitos de divulgação estabelecidos pela instituição responsável.Ver todas as publicações de - Redação AMA »

Deixar uma Resposta

Você precisa estar logado para publicar um comentário.