Mangabeira Unger e Carlos Minc discutem o Plano Amazônia Sustentável

Todos os dias publicamos novos conteúdos e conquistamos um número cada vez maior de usuários. A equipe do portal AMA agradece a todos os usuários que acessam constantemente este site, que já é uma referência nacional sobre preservação ambiental e desenvolvimento sustentável. E lembre-se, não basta apenas conhecer os problemas, é necessário agir! Cada um fazendo sua parte, de forma consciente, ajuda a melhorar o ambiente em que todos nós vivemos.

Mangabeira Unger e Carlos Minc discutem o Plano Amazônia Sustentável

Kátia Buzar
Repórter da Agência Brasil

O ministro de Assuntos Estratégicos, Mangabeira Unger, avaliou como “fecunda” a reunião com o ministro do Meio Ambiente, Carlos Minc, para tratar do Plano Amazônia Sustentável (PAS) no Ministério do Meio Ambiente.

“Eu e o ministro Minc discutimos as iniciativas que vão se seguir a questão prioritária que é a legalização fundiária. Todo mundo no Brasil já sabe que se não resolvermos o problema da terra o resto não vai funcionar” afirmou.

Mangabeira Unger disse ainda que um dos assuntos que serão tratados em parceria com o Ministério do Meio Ambiente é o do extrativismo. “E importante que a população da Amazônia, comprometida com o desenvolvimento sustentável, tenha alternativas, e não há alternativa sem incentivar o extrativismo”, disse.

Carlos Minc disse que já sentiu um avanço no PAS, apesar da concentração de prioridades voltada para a questão fundiária. O ministro considera importante a participação de outros ministérios, abrindo outros fronts para que o “PAS não seja um samba de uma nota só”.

Segundo Minc, a estratégia principal para a implementação do PAS será adotar mecanismos objetivos no que se refere a questão do desmatamento e no da recuperação das áreas degradadas. “Vamos adotar medidas objetivas que permitam tornar mais caro o desmatamento ilegal e mais barato a recuperação das terras degradadas”, disse.

Agência Brasil

Sobre

- Redação AMAEsta notícia foi selecionada pela redação do site AMAnatureza e disponibilizada aos leitores do projeto citando a fonte e créditos autorias de acordo com os direitos de divulgação estabelecidos pela instituição responsável.Ver todas as publicações de - Redação AMA »

Deixar uma Resposta

Você precisa estar logado para publicar um comentário.