Poluição acumula-se em forma de nuvens e aumenta aquecimento

Todos os dias publicamos novos conteúdos e conquistamos um número cada vez maior de usuários. A equipe do portal AMA agradece a todos os usuários que acessam constantemente este site, que já é uma referência nacional sobre preservação ambiental e desenvolvimento sustentável. E lembre-se, não basta apenas conhecer os problemas, é necessário agir! Cada um fazendo sua parte, de forma consciente, ajuda a melhorar o ambiente em que todos nós vivemos.

Poluição acumula-se em forma de nuvens e aumenta aquecimento

A poluição emitida em centros urbanos está se acumulando em nuvens que ficam carregadas de poluentes como a fuligem, uma substância preta, coberta de pó, que é semelhante a fumaça depositada nas chaminés. Essas nuvens, com aspecto marrom e sensação “asfixiante” estão sendo formadas no sul da Ásia, e de acordo com uma recente análise, revelam que estão intensificando a temperatura em até 50% na baixa atmosfera.

Exemplo da nuvem marrom, semelhante da descrita, formada sobre São Paulo

Nuvem marrom de poluição sobre São Paulo

A pesquisa foi realizada por cientistas da Instituição Scripps de Oceanografia, da Universidade da Califórnia que afirmam que juntamente com o efeito estufa, as massas de poluentes são a explicação para o derretimento das geleiras do Himalaia registrada no último século, já que juntam partículas geradas pelas aglomerações urbanas na Ásia, e se movem com o vento, transportando toda essa poluição para outras áreas (assim como a chuva-ácida), afetando áreas ambientais em uma intensidade ainda maior.

As geleiras que estão sendo afetadas contribuem para fornecimento de água para importantes rios da região como o Ganges, Indo e Yangtze, que fornecem água para milhões de pessoas principalmente na China e Índia.

O estudo foi financiado pelo Pnuma – Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente – que chegaram à conclusão que apesar de a principal causa do aquecimento global ser devido à elevada emissão de gases causadores o efeito estufa oriundos da queima de combustíveis fósseis, com as nuvens que estão “transportando” poluição, agrava os impactos, elevando ainda mais a temperatura local.

Ainda foi possível perceber o duplo efeito das partículas de fumaça suspensas na atmosfera em forma de nuvens, que filtram a radiação emitida pelo sol, esquentando o ar ao redor e simultaneamente impedindo que o calor chegue ao solo, bloqueando assim o aumento da temperatura terrestre.

Os dados para chegar a conclusão da pesquisa foram coletados por aeronaves teleguiadas para uma campanha de observações, realizada no ano passado sobre as Maldivas, no Oceano Índico e também foram coletadas amostras das nuvens marrons.

Ainda não se tem conhecimento sofre o efeito dessas nuvens poluentes ao entrarem em contato com a água, mas é previsto que isso altere dados sobre o real impacto do aquecimento global em uma determinada área terrestre, já que esse calor pode estar na atmosfera, absorvido por essas nuvens.

Sobre

Maurí­cio Machado

Biólogo e ambientalista, responsável pelo projeto AMAnatureza e articulista com fundamentos e conhecimento para discutir assuntos voltados ao meio ambiente com uma visão crítica, analisando o tema de maneira radical e completa.

Ver todas as publicações de Maurí­cio Machado »

Deixar uma Resposta

Você precisa estar logado para publicar um comentário.