Portaria regulamenta classificação de águas subterrâneas

Todos os dias publicamos novos conteúdos e conquistamos um número cada vez maior de usuários. A equipe do portal AMA agradece a todos os usuários que acessam constantemente este site, que já é uma referência nacional sobre preservação ambiental e desenvolvimento sustentável. E lembre-se, não basta apenas conhecer os problemas, é necessário agir! Cada um fazendo sua parte, de forma consciente, ajuda a melhorar o ambiente em que todos nós vivemos.

Portaria regulamenta classificação de águas subterrâneas

Luana Lourenço
Repórter da Agência Brasil

As águas subterrâneas do Brasil serão classificadas de acordo com suas características hidrogeoquímicas naturais e seus níveis de poluição, como já acontece com as águas superficiais – rios, lagos, lagoas e oceanos. A nova regra, editada pelo Conselho Nacional do Meio Ambiente (Conama) foi publicada ontem (7) no Diário Oficial da União.

De acordo com as características hidrogeoquímicas e os níveis de contaminação que apresentam, os aqüíferos serão classificados em seis classes.

Na classe “Especial”, serão enquadrados as águas subterrâneas destinadas à preservação de ecossistemas em unidades de conservação de proteção integral ou que alimentem corpos d’água superficiais também classificados como especiais. A disposição nas outras classes, de 1 a 5, varia de acordo com a alteração na qualidade por ação antrópica – realizada pelo homem.

De acordo com a portaria, os órgãos ambientais e os gestores dos recursos hídricos deverão implementar Áreas de Proteção de Aqüíferos e Perímetros de Proteção de Poços de Abastecimento.

A portaria também regulamenta a criação, em conjunto com gestores da saúde, de Áreas de Restrição e Controle do Uso da Água Subterrânea, “a serem implementadas em caráter excepcional e temporário quando, em função da qualidade e quantidade da água subterrânea, houver a necessidade de restringir o uso ou a captação da água para proteção dos aqüíferos, da saúde humana e dos ecossistemas”.

O Brasil, junto com Argentina, o Paraguai e o Uruguai, abriga um dos maiores aqüíferos do mundo, o Guarani, com 1,2 milhão de quilômetros quadrados e volume estimado de 45 mil quilômetros cúbicos de água, de acordo com o Ministério do Meio Ambiente.

Agência Brasil

Sobre

Maurí­cio MachadoBiólogo e ambientalista, responsável pelo projeto AMAnatureza e articulista com fundamentos e conhecimento para discutir assuntos voltados ao meio ambiente com uma visão crítica, analisando o tema de maneira radical e completa.Ver todas as publicações de Maurí­cio Machado »

Deixar uma Resposta

Você precisa estar logado para publicar um comentário.