Primeira plataforma construída integralmente no Brasil

Todos os dias publicamos novos conteúdos e conquistamos um número cada vez maior de usuários. A equipe do portal AMA agradece a todos os usuários que acessam constantemente este site, que já é uma referência nacional sobre preservação ambiental e desenvolvimento sustentável. E lembre-se, não basta apenas conhecer os problemas, é necessário agir! Cada um fazendo sua parte, de forma consciente, ajuda a melhorar o ambiente em que todos nós vivemos.

Primeira plataforma construída integralmente no Brasil

Petrobras batiza amanhã primeira plataforma integralmente construída no Brasil

Nielmar de Oliveira
Repórter da Agência Brasil

A Petrobras batiza amanhã (7), em Angra dos Reis, no Rio de Janeiro, a primeira plataforma semi-submersível construída integralmente no Brasil, a P-51. O presidente Luiz Inácio Lula da Silva participará da cerimônia.

A unidade, que vai operar no campo de Marlim Sul, na Bacia de Campos, também no Rio, foi construída com 75% de bens e serviços nacionais. A P-51 é uma das obras incluídas no Plano de Aceleração do Crescimento (PAC).

Durante a fase de construção, que custou cerca de US$ 1 bilhão – US$ 200 milhões a mais do que a previsão inicial – as obras da nova unidade geraram cerca de 4 mil empregos diretos e 12 mil indiretos.

A previsão é que a plataforma siga em outubro para a Bacia de Campos e que comece a operar no final deste ano, produzindo uma média diária de 20 mil barris de petróleo equivalente.

 

Com nova plataforma, produção de petróleo deve chegar a 2 milhões de barris por dia

Nielmar de Oliveira
Repórter da Agência Brasil

A produção nacional de petróleo da Petrobras deverá saltar dos atuais 1,9 milhão de barris de petróleo diários para, pelo menos, 2 milhões de barris/dia.

A informação foi dada hoje (6), no Rio, pelo gerente-executivo de Exploração e Produção da Petrobras, José Antônio Figueiredo, e pelo gerente-executivo de Engenharia da Petrobras, Pedro Barusco, que também detalharam as características da primeira plataforma totalmente construída no Brasil, a P-51. A plataforma será inaugurada amanhã (7), em Angra dos Reis (RJ), pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

A plataforma P-51 terá como madrinha a primeira-dama Marisa Letícia e custou US$ 1 bilhão. Sua construção gerou 4 mil empregos diretos e 12 mil indiretos.

A unidade entrará em operação até o final do ano no campo de Marlim Sul, na Bacia de Campos e, no pico da produção, serão extraídos 180 mil barris de petróleo por dia e 6 milhões de metros cúbicos de gás natural.

“Depois de 55 anos de atividade no Brasil, temos hoje várias plataformas sendo construídas no país, como política do governo federal e da Petrobras. Na P-51, temos conteúdo nacional de mais de 75% de seus equipamentos e materiais”, afirmou Antônio Figueiredo.

Agência Brasil

Sobre

Maurí­cio Machado

Biólogo e ambientalista, responsável pelo projeto AMAnatureza e articulista com fundamentos e conhecimento para discutir assuntos voltados ao meio ambiente com uma visão crítica, analisando o tema de maneira radical e completa.

Ver todas as publicações de Maurí­cio Machado »

Deixar uma Resposta

Você precisa estar logado para publicar um comentário.